10 Dicas Para Fazer Pão na MFP


l_08893047_001

Quando se compra uma máquina nova para fazer pão, ficamos a olhar e a pensar: “E agora? Como é que se faz o pão?” Bem, é simples se cumprirmos umas regras que parecem bastante simples, mas para quem faz pão pela primeira vez não dá por elas:

1-Não esquecer de encaixar a pá no fundo na cuba
A cuba é o recipiente onde o pão é feito e cozido. Com a máquina, vêm umas (ou somente uma) pá, que é encaixada na cuba, e que vai fazer a mistura dos ingredientes, mexer a massa… é essencial não esquecer, senão o pão vai directamente para o lixo, depois de feito.

2-Ordem dos ingredientes
Colocar sempre os ingredientes líquidos em primeiro lugar dentro da cuba, e só depois se adicionam os sólidos. O fermento deve ser o último a ser adicionado, para não ficar em contacto com a água nem com o sal, evitando-se que entre em actividade antes do tempo pretendido. Por exemplo quando se programa a máquina à noite para ter o pão pronto de manhã, é essencial não esquecer esta regra de colocar o fermento por último, em cima da farinha.

3-Juntar passas ou sementes só quando a máquina indicar
As máquinas de fazer apitam durante o ciclo de mistura para que se possam adicionar passas ou sementes se for desejado. Apenas nesta altura é permitido abrir a tampa da máquina.

4-Não abrir a tampa da máquina durante o tempo de amasso/repouso da massa
A máquina de fazer pão cria um ambiente de temperatura constante e ideal para que o pão possa crescer. Se abrirmos a tampa da máquina enquanto o pão está a ser feito, vamos fazer variar a temperatura dentro da cuba, afectando o crescimento do pão. Por isso apenas é permitido abrir a tampa da máquina para juntar sementes ou passas, quando a máquina apita durante o ciclo de amasso/repouso.

5-Fermento biológico vs fermento seco em pó
Ambos se podem utilizar, no entanto é preciso ter sempre em atenção que se for utilizado o fermento biológico (fermento de padeiro), este deve ser fresco e mantido fresco. Se comprar em maior quantidade, congele o que não utilizar, já cortado em porções certas.
O fermento seco encontra-se facilmente no hipermercado, da marca Fermipan ou Vahiné por ex., junto da secção dos pudins, doces, fermentos.
É de notar que o fermento químico não deve ser utilizado para fazer pão, por ex o fermento Royal, visto que este apenas faz crescer a massa durante o processo de cozedura.
A equivalência do fermento biológico, ou de padeiro, para o fermento seco é a seguinte:
15g de fermento de padeiro correspondem a 1 colher de sopa de fermento seco em pó.
Desta forma quando se deparar com uma receita onde diz para se utilizar fermento seco em pó, se quiser pode trocar por fermento de padeiro, e vice-versa. Tenha em atenção que se quiser utilizar uma farinha pré-preparada, como as da Nacional ou do LiDL, não será preciso adicionar qualquer fermento, visto que estas farinhas já têm fermento para fazer o pão.

6-Açúcar no pão?
Muitas receitas incluem a adição de uma colherzinha de açúcar e outra de sal. É estranho? Ao princípio sim, mas garanto que o pão não fica doce. Sempre apenas para ajudar o fermento a fermentar durante o processo de fermentação.

7-Farinhas pré-preparadas vs farinhas sem fermento
Existe à venda no LIDL corredor das bolachas, um conjunto de farinhas pré-preparadas para a máquina de fazer pão, que já incluem fermento e sal. Basta juntar a água e a farinha na cuba e meter o pão a fazer. As instruções sobre as quantidades e qual o programa a utilizar está escrito na parte de trás do pacote destas farinhas. São facilmente identificáveis pela cor dos pacotes: existe o pacote amarelo (pão como sementes de girassol), pacote vermelho escuro (pão integral), pacote azul claro (pão ciabatta), pacote azul escuro, pacote vermelho (pão rústico de trigo e centeio) e pacote verde (pão vital multi-cereais). Como estas farinhas são alemãs, algumas delas fazem pão ao qual não estamos habituados de sabor. Para diminuir o sabor mais intenso destes pães, pode-se traçar a farinha utilizando, em vez de 500g, usar 250g da farinha do LIDL e 250g de farinha tipo 65 (é a normal).
Também existem farinhas-pré preparadas da Nacional encontram-se junto das outras farinhas nos hipermercados, que na minha opinião fazem um pão mais saboroso que as farinhas do LIDL e para além disso o Kg destas farinhas é mais barato que as do LIDL. Existe a farinha Pão Vitale que inclui 7 cereais (muito bom mesmo), farinha Pão Rústico de trigo e centeio e a farinha Pão Caseiro, que é o tradicional pão branco. Para estas farinhas a receita é sempre a mesma: 350ml de água para 500g de farinha, para fazer um pão de 750g, feito no programa normal.
As farinhas ditas normais, sem fermento, podem ser usadas se depois também for adicionado o fermento de padeiro ou o fermento seco. Quando mais grossa for a moagem, melhor ficará o pão (uma farinha T65 é mais indicada para fazer pão, que uma farinha T55).
Mas a farinha do tipo 65 (T65) corresponde a qual farinha mesmo? Aqui fica a correspondência entre o tipo de moagem e o nome que se dá à farinha de trigo:
T55 – super-fina
T65 – fina
T80/T110 – semi-integral
T150 – integral

8- O pão coze com a pá na máquina ou sem a pá?
Já ouvi esta pergunta e a resposta é: como nunca se deve abrir a tampa da máquina durante o processo, excepto para juntar passas ou sementes na devida altura, isto quer dizer que não vamos andar a furar o pão depois de a massa estar feita só para tirar a pá. Iríamos alterar a temperatura dentro da cuba, o pão seria mexido, iria baixar e o mais certo era o pão não sair bem. Por isso, a máquina trata de tudo, não temos de nos preocupar com a pá, visto que o pão é cozido na máquina com a pá encaixada. Depois de o pão ter saído, já cozido, da máquina, é que retiramos a pá. Há máquinas que trazem um arame para puxar a pá de dentro do pão enquanto que outras não trazem este utensílio, mas consegue-se sempre tirar a pá depois de o pão estar feito.

9-Arrefecimento do pão
Depois de a máquina apitar, sinalizando assim o fim do cozimento do pão, deve-se retirar imediatamente o pão da cuba (não esquecer de tirar a pá se esta tiver ficado dentro do pão) para que este não ganhe humidade dentro da máquina. Depois de tirar o pão, este deve ser colocado em cima de uma rede para que este possa arrefecer e deixar sair o vapor da parte de baixo do pão.

10-Quando cortar o pão?
Deve-se deixar sempre arrefecer durante uma meia hora até que se possa cortar uma boa fatia e comer quentinho com manteiga a derreter em cima do pão.

Fonte: http://www.saborintenso.com/f46/10-dicas-fazer-pao-na-mfp-5408/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s